FALTA DE CLIMATIZAÇÃO DIFICULTA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DO CENTRO DE ATENDIMENTO AO SURDO

Usuários e familiares que utilizam os serviços do Centro de Atendimento ao Surdo reclamam da falta de qualidade na prestação de serviço devido ao calor provocado pela ausência de máquinas de climatização no local. Segundo parcela considerável do público atendido pelo centro, os transtornos vêm sendo gerados desde a mudança – por motivo de despejo feito pelo proprietário do prédio alugado ao centro – até o presente momento, no qual, segundo consta a Direção do Centro, não teria adquirido as máquinas de climatização. A equipe do Pensa Amapá não conseguiu contato com a direção do supracitado órgão, mas, desde já, coloca-se à disposição para divulgar a solução encontrada para a reclamação.

Antigo Prédio

 

Prédio atual

 

DOAÇÃO DE SANGUE

Estamos precisando de sangue para a cirurgia do Helder de Melo. Quem puder doar sangue deve se dirigir ao HEMOAP e mencionar o nome dele. O seu tipo sanguíneo é AB+, porém o Hemocentro orienta que pode ser também A+, O+ ou qualquer tipo. Pedimos a divulgação e participação do nesse ato de solidariedade.

Dia 09 tem mais uma edição do Calçadão Lacerda, em Macapá!

A largada para o carnaval começa pela festa organizada pelos amigos e vizinhos das ruas José Antônio Siqueira e São José, no Laguinho. Esse ano, dia 09 de fevereiro, acontece a sétima edição do Calçadão Lacerda, festa que já entrou no calendário popular dos macapaenses.

“A festa no nosso calçadão começou reunindo familiares e amigos do Laguinho, mas já virou tradição na cidade toda, agora, vem gente de todos os bairros”, disse Marta Lacerda, uma das organizadoras do evento.

Para o grito de carnaval desse ano, a festa traz como atrações as bandas Os Pinducos, Neivaldo – Toca Tudo, DJ Jaqueline Sanches e a bateria e intérprete oficiais da escola de samba Piratas Estilizados.
A entrada é gratuita e no local do evento, serão comercializadas bebidas e comidas para cobrir os custos do evento.

Serviço:
7ª edição do Calçadão Lacerda
Data: 09/02
Endereço Rua São José 1024 – Laguinho

Atrações:
Bateria e Intérprete Oficial da escola Piratas estilizados.
Os Pinducos
Neivaldo (Toca tudo)
DJ Jaqueline Sanches

Texto: jornalista Marcelo Nunes

 

Feira de Artesanato e Empreendedorismo

Hoje inicia mais uma edição da Feira de Artesanato e Empreendedorismo, em homenagem aos 260 anos da cidade de Macapá, contando com diversas atrações, dentre elas: show da banda Xeiro Verde e a Escola de Samba Piratão, além de  espaço gastronômico e comercialização de produtos artesanais. A programação ocorrerá nos dias 2, 3, 4 de fevereiro, das 17h às 22h, na Praça Beira-Rio, em Macapá. Acompanhe a programação completa do evento a seguir:

O Parabéns de Hoje é à você CARLITÃO!

Por Jucicleber Castro

O município de Mazagão Velho completa mais um ano de vida hoje, 23 de janeiro, coincidentemente data de aniversário do nosso entrevistado, o mazaganesse de nascimento, professor de educação física, servidor público, músico – líder da Banda Placa e pesquisador, Carlos Augusto Gomes, o Carlitão. O município de Mazagão tem sua história, mas hoje nossa pauta É você Carlitão…

Nascido no Rio Vila Nova, em Mazagão, veio aos sete anos estudar na capital, Macapá, e não parou mais. Morou e trabalho em Recife, retornou a Macapá, onde participou do grupo musical os Setentrionais.

Em Março 1983, junto com o irmão, Álvaro Gomes, formou a Banda Placa. De acordo com o cantor, desde que surgiu a Placa tem como marca registrada a inovação, incluindo diversos projetos para valorização da cultura amapaense.

Ao todo a banda desenvolveu 18 projetos, entre eles: Á vida e a obra de Paulo Diniz realizados em escolas públicas no Amapá, Roque Luz realizando festivais de rock dentro da quadra do ginásio Paulo Conrado, Carnaval do Povo, realizado em praças. Outro projeto foi Mazagão dois séculos de Cultura, onde registra todo o envolvimento do líder da banda em busca do resgate das tradições mazaganense. E através desse trabalho a banda conseguiu deixar ao município um ponto de cultura com equipamentos e laboratório de informática. O Avença é um projeto, também da banda e reúne registros, em vídeo, de todo o trabalho de pesquisa realizado dentro das comunidades tradicionais de matriz africana no estado. “Nossa ideia com a criação desses projetos é deixar registrado tudo que nosso povo produz”, enfatizou emocionado cantor.

A Banda Placa comemora 35 anos de existência em março e com novidades, lançamento de livro com todos os projetos e trabalhos registrados pelos caras.

O cara não é fraco, não!

Desejamos muito sucesso a você, pela pessoa cativante e inovadora que és e desejamos que continue nesse mundo fantástico da pesquisa das nossas raízes de ponta a ponta, do Oiapoque ao Jari, obrigada por esse belíssimo trabalho em ajudar a eternizar as raízes da cultura amapaense.
Saiba mais sobre a Banda Placa visitando a página do Facebook pelo link a seguir:https://www.facebook.com/carlosaugustogomes.gomes.58

Feliz Aniversário, amigo!

Hoje, a equipe do blog parabeniza você, Jucicleber Castro.
Desejamos que todos os seus sonhos se tornem realidade, que você tenha paz, e que continue sendo sempre assim, essa pessoa maravilhosa, amigo que está sempre disposto a traçar novos objetivos com os companheiros de luta!
Temos a certeza de que todos que fazem parte de sua vida se orgulham de você, porque como você, existem poucos.
Que Deus ilumine todos os dias de sua vida.
Feliz Aniversário!

Professores marcam presença nesta quinta-feira, 18, em frente a Secretaria de Estado da Educação do Amapá (Seed).

Cerca de 500 pessoas estiveram na manhã de quinta-feira, 18 de janeiro em frente a Seed no Amapá, a maioria professores que reivindicam explicações sobre a imposição por parte do governo em implantar o novo sistema que gerencia às cadernetas eletrônicas (SIGEDUC).

De acordo com o presidente da Federação dos Servidores Públicos do Estado do Amapá (Fespeap), Jocinildo Moura, professores pedem a implantação para o próximo ano.

“O governo está querendo implementar o SIGEDUC neste final de ano letivo….os professores querem a partir do próximo, eles afirmam que às cadernetas manuais já estão fechadas, e que não haveria necessidade de refazer”

 

Por Flávia Moura – colaboradora do blog

Nota de Falecimento

É com pesar que a equipe do blog Pensa Amapá recebe a notícia do falecimento do senhor Eulálio , residente da comunidade do Carmo do Macacoari, ocorrido nesta quarta-feira, 17. Seu sepultamento foi realizado no cemitério São José.
Seu Eulálio ficará registrado nas boas lembranças dos familiares, amigos e também nos registros feitos pela Banda Placa no trabalho chamado Avença.

“A morte consegue nos roubar a presença dos que amamos, mas das lembranças que ficam nem ela pode nos separar”

Mazagão Velho: A Vila completa 248 anos

A comunidade da Vila Mazagão Velho comemora no próximo dia 23 de janeiro 248 anos de fundação e convida você para participar desse momento de festividade. A programação inicia as 5h com a Alvorada festiva. Esse ano em especial homenagem a Banda Placa pelos 20 de contribuição ao retorno da festividade à Vila, pois de acordo com o líder da banda, Carlitão, quando dividido, a festa passou a ser comemorada em Mazagão Novo.
“Esse foi um desafio na verdade de um dos moradores da Vila, aceito e cumprido por nós, e no próximo dia 23, completa 20 anos de retorno da festividade da fundação da Vila de Mazagão Velho” comentou Carlitão.

Confira a programação abaixo:

PROGRAMAÇÃO/248 ANOS DE MAZAGÃO VELHO
5h – Alvorada Festiva;
8h – Missa campal, no campo de futebol em frente ao Cemitério
09h – Solenidade cívica;
– Cântico do Hino Nacional (banda de música da PMAP);
– Cântico do Hino de Mazagão (Vera Nunes);
– Hasteamento das bandeiras do Brasil, Portugal, Marrocos, Estado do Amapá e Município de Mazagão;
– Homenagens póstumas aos primeiros mazaganistas (colonizadores), com salva de tiros pelo Exército Brasileiro e atiradores de São Tiago;
– Corte do bolo;
– Pronunciamentos: representante da comunidade, representante da bancada federal, representante da Assembleia Legislativa, presidente da Câmara de Mazagão, governador do Estado e prefeito de Mazagão;
– Cântico da Canção do Amapá (banda de música da PMAP);
– Encerramento com apresentação de marabaixo;
10h30 – Exposição Cultural 11:00homenagem à Banda Placa, pelos 20 anos de contribuição com a cultura mazaganense (sede Mocito Aires);
12h30 – Programação no balneário às margens do rio Mutuacá
– Diversas atrações. Atração principal: Taty Taylor;
17h – Rufar dos Tambores (abertura das apresentações culturais)
17h15 – Grupo de dança Sensação Mazaganense
17h40 – Grupo de dança Simbauê
18h05 – Raízes do Marabaixo Infantil
18h30 – Grupo São Thomé (Comunidade do Carvão)
18h55 – Batuque Mururé
19h20 – Batuque Mãe de Deus da Piedade
19h45 – Batuque da Gungá
20h10 – Grupo Folclórico do Ajudante
20h35 – Foliões de São Sebastião
21h – Flores do Marabaixo
21h25 – Irmandade São Benedito e Santa Maria
21h55 – Grupo São Sebastião
22h – Grupo Raimunda Cabeleira
22h45 – Raízes do Marabaixo
23h15 – Banda Placa
0h30 – Finéias Nelluty
1h15 – Josy Santos

 

Por Flávia Moura

Inauguração do Píer Rio Amazonas

Por Flávia Moura – colaboradora do blog Pensa Amapá

         Que o Amapá é uma terra provida com exuberantes paisagens naturais nós sabemos. Também é de nosso conhecimento que por meio delas o turismo seria uma grande fonte econômica para o Estado, não fosse os casos de problemas estruturais em nossos principais cartões-postais. Um grande exemplo é o Trapiche Eliezer Levy, ponto turístico que dá boas-vindas aos visitantes da cidade, que foi consumido pela ação do tempo e falta de manutenção ao longo da última década.

          O ano de 2017 foi marcado pela revitalização do Trapiche e o ano de 2018 inicia com a inauguração do Píer Rio Amazonas, espaço que contará com uma variedade de serviços, como: agência de viagens, cafeteria, lounge bar, música ao vivo, restaurante e sorveteria; abrindo espaço para eventos culturais, como apresentação de artistas locais, oficinas de artesanato, sarau e exposições diversas.  A inauguração acontecerá dia 19/01 (sexta-feira), com show realizado pela Família Bastos. Esperamos que o retorno do funcionamento de um dos ambientes mais agradáveis do município de Macapá renda momentos inesquecíveis ao povo Amapaense!